sábado, 26 de setembro de 2009

A semana política - opinião São José Almeida


P.S. Por causa de uma regra , que nem sequer está explícita na lei, apenas no costume, e que considera que os cidadãos portugueses, agora compulsivamente erguidos ao estatuto de eleitores recenseados, são ou burros ou completamente influenciáveis ou de raciocínio lento e que precisam de 24 horas para reflectir sobre em quem querem votar, este texto não pode falar sobre campanha eleitoral nem sobre nenhum assunto que nela tenha tido reflexos e implicações. Isto, é claro, porque escrevo num jornal de papel. Se escrevesse apenas num meio de comunicação on-line ou num blogue, podia continuar a falar sobre tudo sem limitações. É que a norma , por assim dizer consuetudinária, além de ser absurda , está desfasada e regula um mundo comunicacional que já não existe.

Como este mundo não existe, que tal mudarem-se as regras? Mas os portugueses são tão obedientes !!! quando se pretende evitar que não pensem muito, aceita-se tudo sem pestanejar... é um completo absurdo este "costume", mas, apesar do imenso , enorme, imensamente propagado choque tecnológico, as mentalidades cr~eem que ainda estão no século passado... a quem convém este e outros "costumes"?

Sem comentários: