quinta-feira, 8 de novembro de 2012

No jornal Público nem em Português nem em acordês às vezes...

O Público (jornal) anda a balancear entre o acordês e o mau português e o daqui-a-pouco-nem o jornal de fim-de-semana vou comprar...

Exemplos: jornal de Sábado, dia 3 de Novembro, artigo de Teresa de Sousa "Falta uma diplomacia europeia a Paulo Portas", 1ª coluna - « Agiu como uma espécie de "ministro da Economia", descorando (sic) a dimensão de chefe da diplomacia portuguesa...»; mais adiante, coluna 3 - «E há ainda uma frente interna que esteve sempre descurada.» , frase esta que mostra que há quem saiba escrever a palavra...

Domingo, dia 4 de Novembro, artigo de Pedro Magalhães, 1ª coluna - « Na medida em que estar no poder conceda vantagens eleitorais para um candidato, o fato (sic) de um presidente em exercício...» e segue em acordês... Já na pág. 8 (mesmo artigo) , escreve-se «Dito isto, houve dois eventos que de facto...» para voltar ao "fato" na coluna sete do artº «... ou a dificuldade em estimar quem são de fato (sic) os os "votantes prováveis".»

Vejam aí no jornal Público se se entendem...

Sem comentários: