quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Austeridade ou tirania. O que não se deve voltar a consentir.

«...Conhecer o passado ajuda às vezes a entender o presente. Só com o sofrimento e o protesto de muitas gerações foi possível a relativa dignificação dos assalariados de agora. E, quando mais não fosse, esses sacrificados merecem a homenagem de uma lembrança. Mas há mais. A recordação do seu martírio será uma lição para senhores e servos. Os primeiros terão no espelho a imagem do que não devem voltar a ser; os segundos, a do que não devem voltar a consentir....»
in Prefácio à tradução inglesa da obra Vindimas, de Miguel Torga

Sem comentários: