quarta-feira, 4 de junho de 2008

notícia sobre a Galp... e não só - opinião de Manuel António Pina

Uma notícia surpreendente
Deambulando ociosamente pela Net para tentar saber quantas vezes terão aumentado hoje a gasolina e o gasóleo, dou com uma inesperada notícia da LUSA: a Comissão Europeia aplicou uma multa de 8,6 milhões de euros à GALP por concertação de preços com, entre outras, a BP e a Repsol.
Mas então, pergunto-me, os aumentos mais ou menos simultâneos dos preços dos combustíveis não são, afinal, coincidência? Estarão GALP, BP e Repsol combinadas para, como diz a comissária europeia da Concorrência, Neelie Kroes, enganar "os consumidores, as autoridades e os contribuintes"? E, espera lá, não é só terça-feira que a Autoridade da Concorrência revelará os resultados da investigação sobre a concertação de preços que não há entre as petrolíferas para enganar "consumidores, autoridades e contribuintes" e serem todas felizes nos negócios ao mesmo tempo?
Só depois reparo que a notícia é de Outubro do ano passado e se refere a um cartel que, durante 12 anos, partilhou o mercado e combinou os preços do betume para asfalto em Espanha. Uff! Por pouco perdia a inabalável confiança que tenho na honestidade comercial da GALP, BP e Repsol! Afinal foi em Espanha. Estou certo que GALP, BP e Repsol não fariam uma coisa dessas em Portugal. E que, se fizessem, nunca se descobriria.

no espaço de OPINIÃO "Por outras palavras" de Manuel António Pina
no JN on line

1 comentário:

Porca da Vila disse...

Muito ingénuo será quem acreditar que o tal 'cartel' acabou... Depois de o nosso bem-amado Governo ter vindo dizer que não, não acredito... Que não há 'marosca', claro!

Xi Grande