sexta-feira, 25 de julho de 2008

Acordo ortográfico - Rui Tavares


Público de 22/07/2008
A promulgação do Acordo Ortográfico, um dia destes, pelo Presidente da República aconteceu sem ondas nem choques. A notícia foi dita/lida nas TVs secamente. Nenhuma palavra a mais, nenhuma palavra a menos, comentadores , nada (que eu tivesse lido ou ouvido, apenas Vicente Jorge Silva na SIC notícias lamentou essa promulgação) , tudo de vento em popa sem tempestades nem ventanias adversas, com aquela sensação portuguesa "depois se vê" ou com aqueloutra "a ver se (não) pega" ou a sensação amarga de "eles lá resolvem sem dar cavaco ( e esta não é piada nenhuma!) a ninguém, porque aprovam tudo o que querem."

Sem comentários: