quarta-feira, 16 de abril de 2008

PONTO DA SITUAÇÃO - DIA D

... DA pLATAFORMA:
Apurados os dados relativos à grande maioria das escolas e agrupamentos em que se realizaram reuniões sindicais, integradas no Dia D, cerca de noventa por cento das escolas e dos docentes que nelas participaram votaram favoravelmente a Moção "Entendimento" - é importante para os professores, mas não resolve as questões de fundo, pelo que deverá manter-se uma forte acção sindical e reivindicativa"
(…)
No encontro com os jornalistas, a Plataforma Sindical reiterou, diversas vezes, que este Memorando de Entendimento "não corresponde a qualquer acordo com o Governo o que, desde a primeira hora, ficou claro nesta negociação", uma vez que se mantêm divergências profundas quanto à política educativa do actual governo, nomeadamente no que diz respeito ao novo Estatuto da Carreira Docente e ao próprio modelo de avaliação, que classifica de "injusto, burocrático, incoerente, desadequado e inaplicável, devendo ser alterado no final do ano lectivo de 2008/2009".
(…)
Vão continuar os protestos
às segundas-feiras

"(...) Apesar do entendimento com a tutela, os Sindicatos decidiram manter os protestos regionais agendados para todas as segundas-feiras à noite, como o que esta semana reuniu perto de três mil docentes no Porto, alegando que estes se realizam fora do horário das escolas.
"É extremamente importante que estes protestos sejam muito participados para que os professores digam que estão satisfeitos com este entendimento, mas ainda estão profundamente insatisfeitos com a política educativa no geral", apelou Mário Nogueira" / agência LUSA

Sem comentários: