domingo, 6 de janeiro de 2008

Sem fronteiras ou nem por isso...

Fuentes de Oñoro, Espanha, a seis passos da fronteira: fila de carros portugueses a atestar os depósitos: gasóleo 1. 058 euros ( um euro e cinco cêntimos ponto oito)/litro ; três empregados sempre a aviar...

Vilar Formoso , Portugal, a dois passinhos da fronteira: bombas fechadas, tristes, abandonadas. Desactivadas.

Preço do gasóleo em Portugal : 1.212 euros ( um euro e vinte e um cêntimos ponto dois )/ litro até talvez amanhã...

2 comentários:

Carminda Pinho disse...

Ai! que saudades do tempo em que fui pela primeira vez a Fuentes de Oñoro.
Foi por volta de 1978, era Inverno e, eu esperava o meu primeiro filho.
Belos tempos...ahahah!!!

Beijinhos

Porca da Vila disse...

Renda,

Aqui passa-se o mesmo. No primeiro posto que se encontra depois da fronteira, antes de Alcañices, trabalham já sete portugueses. Dois deles são formados pelo Politécnico de Bragança, o que dá bem para ver como estão a ficar as coisas do lado de cá!...

Parabéns pelo novo 'blog'. E venham de lá as tuas 'revoltas'.

[Não vejo é o título! Terá ido também para Espanha?! EhEh!]

Um Xi Grande