terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Avaliação dos professores : recapitulando...

A a valiação do desempenho dos professores que devia merecer outra reflexão e tranquilidade, não ser feita a todo o custo , atabalhoadamente, como se se tratasse de uma corrida contra-relógio... mereceria por exemplo reflexão sobre estes pontos ( republicação):
1) formação dos avaliadores – alguém pensou nisso? ( Alguns avaliadores nem sequer “passaram” por um estágio clássico nem sequer tiveram nunca uma aula “assistida” nem sabem a sensação anómala que produz um observador numa sala de aula a professores e alunos, por exemplo;
2) Os avaliadores/avaliados, em muitas Escolas amigos desde sempre ou vivendo em “cordiais” inimizades vão avaliar-se uns aos outros em anos sucessivos? Não existem conflitos de interesses?
3) O timing para ser lançado tal documento é “perfeito” _ andam os Professores “lançados” na preparação ( falo nos de Língua Portuguesa e Matemática em particular) dos seus alunos para Provas de Aferição, Provas Intermédias, Exames ( a preparação não se faz de véspera… digo eu…)
4) As regras de observação – parece ser à vontade do freguês, rezando todos para que haja bom senso;
5) Horários/ calendários – reformulam-se horários? Faltam os avaliadores às suas aulas? Quem os substitui? Os pais consideram estas substituições correctas e justas para os seus filhos?
6) Os Projectos Educativos, Regulamentos Internos, Projectos Curriculares de Turma terão/teriam que ser reformulados à luz das novas regras – há tempo útil para tudo?
7) E o tempo ainda para analisar documentos , produzir instrumentos de avaliação/indicadores de medida o mais objectivos possível , preencher as fichas inerentes, em consenso com os colegas da Escola ( ou pensam agir sozinhos?) , esperar por recomendações superiores que chegam “às pinguinhas”, proceder às entrevistas de avaliadores e avaliados???
8) A nível individual, rezar , rezar muito para que as turmas atribuídas ( este ano , para o ano , para os seguintes) sejam formadas por alunos muito estudiosos , bem comportados e empenhados ( também se pode ter um outro alunos com mais dificuldades que se vai progressivamente avaliando com melhorias…não tem nada que saber!!!)
9) Esperar por um milagre para que o rapazinho ou rapariguinha que nunca vai à Escola e já está a trabalhar (?) – sou crente pronto-, apareça este ano …
10) E , para terminar rapidamente, embora ainda fique muito por dizer, não esquecer de arranjar tempo para formação contínua… ( aos sábados? ) dinamizar projectos e – NUNCA esquecer – continuar a preparar as aulas e leccioná-las e mostrar bom humor e óptima relação com os alunos, mesmo que…

Sem comentários: